Unipar EAD Social: veja como foi a entrega dos materiais arrecadados para o projeto Arteiras de Umuarama

Durante a tarde do dia 26 de setembro, as Arteiras de Umuarama (projeto anteriormente conhecido como Arteiras do Bem) estiveram presentes no Campus-Sede em Umuarama, para receber as doações arrecadadas em tecidos e aviamentos para a confecção de roupas infantis. A UNIPAR EAD, sob responsabilidade do prof. Carlos Marques, instituiu a iniciativa de arrecadação de doações dos materiais entre os seus acadêmicos em 2017, e o sucesso da campanha se repetiu novamente em 2018.

As peças produzidas pelas 27 mulheres que compõem o grupo são enviadas para a África, Haiti, Honduras e diversas regiões do Brasil.

Na ocasião, o grupo aproveitou a oportunidade para reverenciar a memória da Prof.ª Leda Rossi Gonçalves, que tinha uma atuação efetiva no grupo das Arteiras de Umuarama, falecida em maio. A Prof.ª Leda foi também docente da UNIPAR durante 20 anos deixando singular legado educacional, além de significativo exemplo de seriedade, honestidade, capacidade profissional, espiritualidade, entre tantas outras qualidades. Sensibilizados, os professores e as Arteiras de Umuarama nesta data se declararam consternados com a perda da amiga, porém, agradecidos com a oportunidade de terem convivido com pessoa tão especial.

Já é o segundo ano consecutivo que a ação filantrópica de arrecadação de materiais é realizada com os acadêmicos da Unipar EAD. Preocupada não só em fazer o bem, a Unipar EAD transmite seus valores aos seus acadêmicos, sendo a generosidade e a empatia com os mais necessitados os catalizadores para o sucesso da campanha: a arrecadação foi novamente um sucesso esse ano. A Diretora da Gestão Executiva da Educação a Distância, Ana Cristina de Oliveira Cirino Codato, estende seus agradecimentos a todos os colaboradores da Unipar na organização do projeto e aos alunos que realizaram as doações.

Vale lembrar que desde março de 2016 (quando o grupo foi criado), já foram produzidas e doadas mais de 15 mil peças, beneficiando crianças da África, Haiti, Honduras e Brasil. No território nacional, foram enviadas doações para Roraima (para crianças refugiadas da Venezuela), Humaitá na Amazônia, Paranavaí, tribos indígenas de Guaíra por meio da UNIPAR, Pastoral do Menor de Tapejara, dentre outros.

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *