Sempre é tempo de se reinventar. Às vezes, a rotina começa a pesar e as tarefas diárias não são tão motivadoras como eram antigamente. Arriscar em novas atividades e ideias pode ser a solução para essa desmotivação – não importa como você está profissionalmente, não existe nenhuma razão para que você não pense em mudanças.

Mas como mudar os costumes diários sem perder ganhos essenciais, como o emprego ou o próprio salário? O segredo está em investir no futuro, buscando habilidades adicionais e qualificações. Confira:

Continuar lendo

Parece brincadeira, mas não é: um currículo mal feito pode eliminar um candidato de um processo seletivo, pois é através dele que o primeiro contato da empresa contratante será estabelecido com este profissional. O currículo precisa estar bem estruturado e ter as informações necessárias – e verdadeiras – para ser efetivo. Caso contrário, o profissional pode ser interpretado como desqualificado para a posição.

Continuar lendo

Ao contrário do que a maioria pensa, ser produtivo não tem nada a ver com passar horas e horas no escritório. A produtividade, na verdade, está ligada a bons e rápidos resultados. Por isso, quem acha que virar a madrugada trabalhando é algo positivo para carreira está bem enganado. O que realmente faz a diferença é o seu foco na entrega e a capacidade de fazer tudo que precisa dentro das horas de trabalho estipuladas pela empresa.

Se você se identificou com os exemplos acima e quer mudar a sua rotina profissional, veja 3 dicas imperdíveis para ser mais produtivo no trabalho:

Continuar lendo

Escolher a própria carreira é uma atividade que demanda muitas pesquisas e certa intuição do estudante, que identifique qual o futuro profissional que deseja para si. No entanto, só será capaz de entender se de fato fez boas escolhas quando ingressar no mercado de trabalho. Assim, confira os pontos que você deve considerar para entender se optou pela carreira certa para você:

Continuar lendo

Apesar das mudanças que o mercado de trabalho vem sofrendo com a chegada da tecnologia e das novas demandas globais, uma característica que sempre será valorizada no perfil de um profissional é a sua capacidade de se relacionar e lidar com diferentes tipos de pessoas. Saber iniciar e manter uma conversa, sentir empatia pelo próximo e fazer as perguntas certas na hora certa são alguns exemplos de habilidades essenciais ao mundo corporativo.

Durante uma entrevista de emprego, o candidato terá, na maioria das vezes, essas capacidades testadas pelo recrutador. Por isso, é interessante que, durante a avaliação, o profissional demonstre sua capacidade de se relacionar. Uma ótima maneira de expor isso é fazendo perguntas ao entrevistador. Segundo um estudo internacional, aqueles que perguntam mais durante um processo de seleção são mais notados pelos gestores e têm maiores chances de serem aprovados.

A seguir, confira 3 perguntas que você não pode deixar de fazer durante uma entrevista de emprego:

Continuar lendo